7 de agosto de 2016

PERGUNTE-ME TUDO | ASK ME ANYTHING | BRITT ROBERTSON




Hoje foi dia de assistir filme ...
Estava eu, assim, procurando um filme interessante pra assistir pelo Telecine e encontrei esse no banco de dados. O que me chamou atenção à princípio foi a sinopse, olhem...


Katie Kampenfelt tira um ano de folga antes de entrar na universidade para tentar refletir e se encontrar. Logo, ela começa a registrar todas as suas aventuras e segredos em um blog anônimo. Porém, aos poucos, as coisas começam a fugir do controle e obscuros pedaços do seu passado emergem, atormentando sua vida.







No começo pensei que fosse mais um filme sobre jovens, blogs, festas, histórias de amor... mas acredito que foi um pouquinho além. Da pra refletir em vários aspectos. Primeiro sobre a indecisão dela no que fazer quando terminasse a escola, qual profissão seguir, o que muitas vezes não é nada fácil. Da forma como ela lida com isso ao começar a escrever em um blog, dica que ela recebe de uma orientadora, no início ela acha bobagem mas é o que vai fazer total diferença na vida dela.

Depois são demonstrados os conflitos na família, a separação dos pais, o abuso que ela sofreu quando criança, a paixão por um homem mais velho, a mudança de endereço dele e a necessidade de conseguir um carro e uma independência financeira. Ela procura trabalho em uma livraria, depois começa a trabalhar como babá e isso vai tendo outras implicações.

Enquanto isso ela vai contando tudo que vai acontecendo em um blog de forma anônima. Fico pensando que quando escrevemos anonimamente em um blog nos soltamos mais, compartilhando mais livremente sobre as nossas experiências e medos. Me pergunto até que ponto conseguimos nos abrir assim em uma rede social e se é realmente válido essa exposição. O lado positivo está em aprendemos mais sobre nós mesmos, conhecermos outras pessoas, mas por outro lado, o lado negativo está em como as outras pessoas que estão lendo como elas podem se "aproveitar" disso tudo, ou julgar algo que elas não estão na pele pra saber exatamente o que se passa. Ou ainda, as pessoas se sentirem fazendo parte da vida que está sendo compartilhada, e o real e o imaginário passa a se misturar. Situação que vejo acontecendo muito nas redes sociais.

É bem possível que muitos fiquem sem entender muito bem o final desse filme já que fica em aberto e dá vazão a imaginarmos diversos desfechos para Katie. Acho que vale a pena assistir esse filme e refletir sobre as relações familiares, da necessidade dos pais estarem mais atentos a seus filhos, dessa grande exposição nas redes sociais e do que realmente importa para nossas vidas, para nos sentirmos bem e procurarmos evitar que aconteça o pior. Apesar de não ter se tornado um dos meus favoritos, mas recomendo que assistam e venham aqui deixar a opinião do que acharam.


SOBRE Lorena Caribé

Olá! Meu nome é Lorena. Amo escrever, ler, viajar , me corresponder com pessoas de várias partes do mundo. Criei esse espaço para estar compartilhando sobre o que gosto, meu cotidiano, coleções, leituras, resenhas de produtos, tutoriais, viagens e dicas em geral. CONTATO: lorena.caribe@hotmail.com

POSTS RELACIONADOS

Comente com o Facebook:

INSTAGRAM