18 de setembro de 2017

MEU DIÁRIO : TROCANDO AJUDA POR SORRISOS - AUTORA: GRAZIELLI DE MORAES



Olá pessoal !!! Esse é o segundo post sobre o Projeto Meu Diário que compartilho com vocês. Os leitores poderão participar mandando texto em formato de diário para que eu possa divulgar aqui. Dessa vez apresento Grazielli de Moraes com o texto "Trocando ajuda por sorrisos". Nos conhecemos pela Internet através de interações com blogs. Está sendo ótimo conhecer a Grazi e acompanhar seu Blog Faces de uma capa, é lindo e muito caprichado. Convido vocês a conhecerem também seu trabalho e lerem comigo o texto...




Trocando ajuda por sorrisos
por Grazielli de Moraes

Dia desses fui ali em Curitiba e no caminho um pouco longo, muitas coisas aconteceram. Confesso que ficaria aqui horas a fio contando pra vocês os relatos, mas, algo em específico me chamou muito a atenção.

Na verdade posso colocar esse acontecimento na caixinha dos dias lindos no meu coração.
Pois é, cansada do dia que não havia sido fácil – estou me perguntando até agora como essa gente aguenta ir e vir no mesmo dia 6 horas de ida e 6 de volta – mas feliz por ter conhecido uma nova cidade e ter tido um dia recompensador.

Na hora da volta, após sentar e respirar aliviada por conseguir pegar o metrô – já que era tarde – comecei a observar as pessoas sentadas, algumas lendo, outras ouvindo música e ao meu lado um rapaz que aparentemente estava cansado e pelo traje parecia se tratar de aluno de alguma faculdade  - “Matheus”  - ao ver um outro rapaz aparentemente bêbado saindo do  vagão e deixando sua bolsa no chão, correu para fora da estação pra levar a bolsa pra ele, só que acabou deixando sua bolsa no banco ao meu lado e então eis que soa o apito, as portas fecham e meu olhar cruza com o de Matheus super aflito do lado de fora sem sua bolsa que parecia ser algo muito importante pra ti.

Mesmo cansada e com a incerteza de que talvez se eu descesse na próxima estação pra esperá-lo não conseguiria pegar outro trem, porque até então achei que era o último trem da noite, não poderia ir pra casa e dormir com aquele olhar perdido de alguém que se prejudicou ao querer ajudar o próximo.

Então desci na estação seguinte e torci pra que ele tivesse a ideia de que alguém o esperaria com sua mochila na próxima estação, e para minha surpresa chega o último trem da noite e algo atrás daquela porta me chamou muito a atenção.

-        Muito obrigada moça, meu nome é Matheus, não acredito que fiz isso... até agora estou pensando em como quando queremos ajudar alguém, deixamos de lado nós mesmos. Acabei de defender meu TCC falando sobre a importância de ajudar o próximo e você me mostrou como ainda existem pessoas que pensam no próximo, já vim pensando em como posso te retribuir....
-        O prazer é todo meu moço, me chamo Grazi e tenho que descer, boa noite.
-        Espera, como posso te retribuir por esse ato tão nobre...

E o apito da porta sinaliza que o trem iria partir. Olhei pra trás e a maior recompensa estava ali atrás da janela do metrô, um sorriso lindo, capaz de me fazer esquecer todo o medo que estava de não conseguir chegar em casa, essa sim foi a melhor recompensa do dia.







Grazielli de Moraes é Ariana, Bibliotecária e blogueira. Amante da leitura e do poder transformador que ela tem na vida das pessoas. Além de ter um amor a parte pela música.







Parabéns Grazi !!! Muito Sucesso sempre !!!
E então, o que acharam??? 

Deixem seus comentários !!!





ME SIGAM NAS REDES SOCIAIS


CONTINUE LENDO

9 de setembro de 2017

MINHAS SÉRIES ITALIANAS FAVORITAS





Olá! Vocês gostam de assistir séries? E especialmente está tentando praticar mais o idioma italiano e conhecer mais sobre a Itália? Dessa vez, trago um video onde selecionei 10 das minhas séries italianas favoritas que tenho assistido no momento. Tenho certeza que vocês vão gostar também. 

São histórias bem conhecidas como Anna Karenina e Montecristo mas ambientadas na Itália, ou mais recentes e bem originais. São lindas paisagens, belas histórias de amor cheia de aventura, e casais com uma ótima química. Vale a pena conferir e compartilhar a indicação. Vem assistir...



Depois deixem comentários se já conhecem as séries 
e quais outras poderiam indicar 
que continuássemos assistindo...

CONTINUE LENDO

26 de agosto de 2017

MEU DIÁRIO : LEMBRANÇAS | AUTORA: LISA HALLOWEY



Olá pessoal !!! Hoje trago para vocês nosso primeiro post do Projeto "Meu Diário"Para vocês que estão chegando hoje aqui, essa é uma forma de interação que encontrei de aumentar a participação dos leitores com o blog e que possam mandar seus textos, em formato de diário, para que eu divulgue aqui. Se você deseja participar, deixe sua opinião abaixo sobre essa leitura, e mande seus contos ou suas histórias reais, sobre algum momento interessante, seus sonhos, incertezas, algo engraçado ou dramático, que possa ser compartilhado. 

Eu fico muito feliz em começar, contando com a presença de uma nova amiga e uma talentosa escritora, Lisa Hallowey. Já temos participado de várias publicações em antologias pela Editora Illuminare e eu fico  sempre encantada com seus textos sempre tão criativos. Ela mandou pra gente uma linda história de amor em formato de diário que vamos conhecer agora. Abaixo, você poderá ler o texto na íntegra, ou acompanhar a leitura junto comigo no video que gravei. Vem assistir !!!


Lembranças
                                                      por Lisa Hallowey
Aqui estou, mais um dia, sozinha neste quarto, lembrando de você. Toda noite a mesma coisa. Tento me conformar, mas a saudade é tanta que não tem como. Fico imaginando em como você está. Onde você está. Fico olhando as suas fotos, ouvindo suas músicas, pois tenho medo de esquecer seu sorriso, seus olhos. 
Lembro do nosso primeiro encontro, ou melhor, como te conheci... Era uma manhã de Inverno. Eu tinha acabado de sair de uma entrevista de emprego e, por azar, não havia levado guarda-chuva. Entrei toda molhada naquela lanchonete, sacudindo os braços e passando a mão na calça. Você estava atrás do balcão. Falou alguma coisa para a moça que estava ao seu lado, deu a volta e veio em minha direção. 
- Toma moça - você tira sua camisa que estava por cima da camiseta e me estende ao perceber que minha blusa estava molhada. Eu olho sem entender a sua atitude.Você me dá um sorriso. O sorriso mais lindo que eu vi em toda a minha vida. Naquele momento, meu mundo para. E uma coisa na qual nunca acreditei, aconteceu comigo – “amor à primeira vista.”- Toma ou você vai ficar resfriada. Ali atrás tem um banheiro, pode se trocar lá” - você diz olhando com um olhar de garoto brincalhão.Pego a camisa e vou até o banheiro. Volto 15 minutos depois, me sento em frente ao balcão onde você está passando um pano pela bancada.- Tome, é cortesia da casa - você me dá uma xícara com chocolate quente.- Obrigada - digo pegando a xícara e tocando com as pontas dos dedos seus.Mais uma vez, você me sorri.- Amanhã eu trago sua camisa - falo tomando um gole do chocolate.- Não se preocupe, do lugar que essa veio existem várias outras. E eu sei que você vai trazer sim, você gostou de mim.Quando eu ouvi essas palavras, quase engasguei, meu coração parou, acho que nem piscar eu piscava; devo ter ficado vermelha igual pimentão.- Calma moça! Tô só brincando. Onde no mundo uma moça tão bonita como você iria se interessar por um balconista de quinta categoria que nem eu ?! E outra, você deve ter namorado.- Engano seu - coloco a xícara no balcão e abro minha bolsa para pegar a carteira.- Não, já disse, cortesia da casa - você fica sério – Desculpe, tá moça. Eu estava só brincando. Eu sou um palhaço, não quero te deixar frustrada. E não precisa trazer a camisa se não quiser, foi só um favor - me diz olhando nos meus olhos.Eu me levanto.- Vou trazer sim. E você está completamente errado com relação à eu não querer conhecer um balconista de quinta categoria. Pode ser que você tenha muito mais a oferecer do que você imagina. E obrigada pelo chocolate - eu digo lhe dando um sorriso. E dessa vez, quem fica vermelho é você.
Depois daquele dia, tudo mudou.Você passou a ser meu mundo. Lembro do nosso primeiro encontro, onde você me levou numa festa dos anos 80. No meio da pista, ao som de Johnny Rivers, você me beija, aquilo foi mágico. Por um momento, me senti uma adolescente de novo.
Lembro também da nossa primeira vez. Tínhamos combinado de sair. Você passaria no meu trabalho e de lá iríamos ao cinema. Mas quando faltava meia hora, aproximadamente, você liga cancelando. Pedi mil perdões, pois havia acontecido um pequeno imprevisto. Seu irmão havia sofrido um acidente e foi você quem o socorreu. Eu respondo:” tudo bem”. Podemos marcar para a próxima semana. Arrumo minhas coisas e vou para casa.
Ao chegar no meu apartamento, ouço um som bem baixinho vindo do meu quarto. Jogo a bolsa no sofá e vou até lá. No corredor aparecem pétalas. Começo a achar estranho. Ao abrir a porta, me deparo com a luz apagada e várias velas de diversas cores e aromas espalhadas pelo chão. E no meio da minha cama, está você sentado, com uma camisa branca aberta e um violão na mão cantando:
“Do you wannadanceTell me that I’m your manBaby, do you wanna dance?Do you wanna dance under the moonlight?Squeeze and kiss me all through the nightBaby, do you wanna dance?
Eu abro um sorriso, sem acreditar. Você se levanta. Aproxima-se de mim e me beija como só você sabe. Me leva para a cama. Beija meu pescoço, tira minha roupa lentamente.Me deita, acariciando-me. Percorre meu corpo com os lábios. Me faz ter sensações que jamais tinha tido antes. Me faz mulher. Fazemos um amor selvagem. Nossos corpos se transformando em um só, transpirando de desejo, paixão, loucura... E sem espera, gozamos os dois juntos. E nessa hora, você me diz pela primeira vez: “eu te amo”. Aquela noite foi uma das mais lindas de toda a minha vida. Mas,infelizmente, também existem lembranças amargas. E essa é a pior de todas, a que tirou você de mim. Quem diria que aquele passeio seria o fim.
Era uma manhã de Primavera. Resolvemos fazer um piquenique. Você, como sempre, sorridente e brincalhão. Me chamou de “pequena”, e disse que me amaria para o resto da vida. Entramos no carro, e decidimos ir a um parque que ficava do outro lado da cidade. Para isso, tínhamos que pegar a estrada.Você ligou o rádio. A música que tocava era AC/DC:
“ I’’m on the highway to hellOn the highway to hellAsking nothing, leave me beTaking everyting in my stride...
Aquela música parecia um presságio. Você cantava alegremente, sem tirar os olhos da estrada. Mas mesmo assim.... Um carro desgovernado que vinha na contramão bateu com uma violência enorme no nosso. Você tentou desviar, mas não conseguiu. Parecia surreal. Coisa de filme.Nosso carro primeiro deslizou em círculo no asfalto para logo em seguida capotar. Dá uma, duas, três, quatro voltas e para com os pneus para cima. Você fica consciente, grita meu nome e pedepara que eu não feche os olhos. De longe, se ouve uma sirene. Em questão de segundos, os bombeiros, polícia e ambulância chegam. Você implora para tirarem eu primeiro, porque estou sangrando muito. Os paramédicos tentam te acalmar, dizendo que vão fazer isso.
Eu ouço você dizer pela última vez: “eu te amo”.E assim que sou retirada e imobilizada, ouço um dos bombeiros gritar: “corre, vai explodir!”E antes que eu pudesse dizer alguma coisa, perco a consciência.Essa cena ficou gravada em mim. Essa dor me invade a cada dia que passa,me torturando. Me enlouquecendo.De pensar que não pude me despedir...De pensar que não pude dizer Adeus...Agora só me resta a saudade e as lembranças. E minha vida é assim...De dia finjo ser forte e à noite me sento na janela a comtemplar a Lua e chorar por um amor que veio por acaso. Que quem me trouxe foi a chuva e quem me levou foi o sol...

SOBRE A AUTORA


Lisa Hallowey é o pseudônimo de Elisangela D. da Silva. Nascida em São Paulo, já participou de algumas Antologias da EditoraIlluminare: Meu Lado Sombrio, Contos de Fadas- Releitura da Realidade, Psicopatas, Anjos e Demônios, Haunting e Poltergainst- Contos de Fantasmas e Assombração, Contos de um Natal sem Luz, Entre o Bem e o Mal, Vida e Poesia. Participou também de uma Oficina Literária, onde foi lançado o livro Avenida Murkinesse 666.  Ganhou o 1° Concurso Literário Internacional “Escritores Malditos, ficando em 1° lugar com a Categoria Illuminare.  Faz parte da Coletânea de poemas sobre a Paz, com o livro Semente da Paz Internacional, volume I.  Também é colunista da Revista Litere-se. 





ME SIGAM NAS REDES SOCIAIS


CONTATO: lorena.caribe@hotmail.com



Deixem seus comentários !!!


CONTINUE LENDO

7 de agosto de 2017

Q & A A DAY 5 YEAR JOURNAL - POTTER STYLE



Olá!!! Vocês já conhecem esse incrível "Journal"? Logo que vi no site da Saraiva, me encantei e garanti o meu. Achei ótima a proposta dele. São 365 questões em inglês para cada dia do ano, com 5 espaços. Podemos começar a preencher em qualquer período do ano e continuar escrevendo até completar os 5 anos.


São questões de vários estilos, sobre nossas vidas, sonhos, hobbies, qualidades, amigos, aventuras, profissão, expectativas, aprendizados, lugares que você gostaria de conhecer, e muito mais. As questões estão em inglês, então, uma ótima oportunidade de estar praticando o idioma. 

É uma linda versão vintage, em capa dura, em estilo Potter, com os contornos em dourado e páginas brancas. Com certeza, vale muito a pena adquirir e ter sempre perto. Olha que legal, o tamanho dele cabe na bolsa, é bem leve e dá pra levar onde quisermos. Existem ainda as outras versões para crianças, adolescentes, mamães, namorados, escritores que são lindos também.



No video eu mostro e faço mais comentários do que achei, e da proposta de nos encontrarmos novamente daqui há 5 anos. Se caso ainda esteja produzindo para o blog e canal, estarei relatando as mudanças e aventuras pelas quais passei durante esse tempo. O que acham? 



Se você também deseja aquirir.
Livro disponível no site da SARAIVA


Deixem seus comentários !!!

CONTINUE LENDO

3 de agosto de 2017

MUNDO DE CORRESPONDÊNCIA : COLECIONANDO IMÃS DE GELADEIRA




Olá !!! Dessa vez, vim compartilhar com vocês algumas imagens da minha coleção de Imãs de geladeira. Acho eles tão bonitos. Nem sabia que existiam nesse formato até receber um imã de uma amiga da Suécia. A partir daí comecei a procurar em outros formatos e a colecionar, fazer trocas com amigos de outros países, e alguns deles adquiri quando viajei para Europa. Eu geralmente guardo em caixas ou embalagens como essa com um pano embaixo dos imãs para evitar que eles quebrem. 


Podemos encontrar dos mais variados formados como também, materiais. Desde resina, madeira até de ferro. Com imagens de animais, barcos, paisagens, monumentos. Estão em dimensão 3D. Você consegue sentir e ter noção de profundidade. 




Depois estarei fazendo mais posts aqui no blog mostrando fotos por temas e por países. Se caso você deseje adquirir esses imãs, eu encontrei também à venda pelo site do Aliexpress, você precisa digitar "imãs 3d" e pode encontrar uma grande variedade. Ou se preferir fazer trocas com amigos de outros países, tenho certeza que eles também poderão encontrar em locais onde vende artesanato ou em pontos turísticos.



Nesse video, mostrei alguns imãs e fiz mais alguns comentários sobre minha coleção. Se caso você deseje saber mais informações, é só deixar comentários.
Me fale também sobre suas coleções.




CONTINUE LENDO

2 de agosto de 2017

MUNDO DE CORRESPONDÊNCIA : COLECIONANDO CARTÕES POSTAIS



Olá pessoal !!! Vim apresentar para vocês minha coleção de Cartões Postais. Já faz alguns anos que venho colecionando, comprando em viagens, recebendo de amigos, trocando com pessoas de várias partes do Brasil e exterior. Esse hobby começou ao mesmo tempo que comecei a me corresponder com pessoas de outros Estados. 

Sentia como se fosse uma forma de estar em outro lugar mesmo nunca tendo viajado ainda. Imagina ter algo de um outro lugar, principalmente se for daquele lugar que mais desejavamos conhecer?! Imagina isso?! Por isso se tornou algo tão especial. E depois, quando pude viajar, e estar em cidades que só via por tv ou fotos, é uma sensação inesquecíveis. Os postais me fez sonhar e me sentir mais próxima daquelas pessoas e daqueles lugares.

Os anos se passaram e revendo essas imagens, quantas lembranças boas me trazem, de amigos, de épocas, momentos que vi, lugares que viajei, essa coleção faz parte da minha vida. Esse é só o primeiro post e video que faço sobre o assunto. Espero estar mostrando mais, compartilhando sobre dicas, curiosidades, história. Farei alguns posts temáticos com postais de cada país e um pouco da história da cada lugar. 


Nesse video falo um pouco da minha experiência nesse mundo da CARTOFILIA, mostrei alguns álbuns onde guardo uma parte dessa coleção e contei já algumas curiosidades. Espero que vocês gostem e se divirtam um pouco assistindo e comentando. Desejando saber qualquer informação, é só me escrever.



SITES PARA TROCAS DE POSTAIS






CONTATO PARA TROCAS
Se você também coleciona postais e deseja fazer trocas
é só deixar comentário ou mandar mensagem
para: lorena.caribe@hotmail.com

ou envio de CARTAS

Lorena Caribé
Caixa postal 1537
CEP: 44075-972
Feira de Santana - BA


CONTINUE LENDO

1 de agosto de 2017

BEIJA-FLOR | ARTES DE PAPEL | ORIGAMI



Olá pessoal !!! Dessa vez, mostro passo-à-passo como fazer um beija-flor de papel. Para você que é ou tem crianças, ou simplesmente ainda mantem dentro si aquela curiosidade de descobrir novas artes. É uma verdadeira terapia e estou amando fazer esses bichinhos. Já fiz borboletas e sapinhos. Em breve estarei trazendo também mais modelos de bichinhos, marcadores de livros e mais.

ORIGAMI
É a arte tradicional e secular japonesa de dobrar o papel, criando representações de determinados seres ou objetos com as dobras geométricas de uma peça de papel, sem cortá-la ou colá-la. usa apenas um pequeno número de dobras diferentes, que, no entanto, podem ser combinadas de diversas maneiras, para formar desenhos complexos. Geralmente, parte-se de um pedaço de papel quadrado, cujas faces podem ser de cores ou estampas diferentes. Ao contrário da crença popular, o origâmi tradicional japonês, que é praticado desde o Período Edo (1603-1868), frequentemente foi menos rígido com essas convenções, permitindo até mesmo o corte do papel durante a criação do desenho, ou o uso de outras formas de papel que não a quadrada. 




Peque uma folha de ofício (formato A4) branca ou colorida
mais uma tesoura e vem assistir o video.
É bem rapidinho e depois  deixem seus comentários
do que acharam.


CONTINUE LENDO

INSTAGRAM