Resenha dos Filmes Cinderela e Malévola ( Disney )



Contos de Fadas não foram feitos
apenas para crianças...

 Ontem mesmo fui assistir no cinema a nova versão de CINDERELA
Me pergunto, por que será que as mocinhas tem que sofrer tanto nessas histórias?

Ella (Cinderela) nasceu em uma família feliz e passou seus primeiros anos de vida junto a uma mãe amorosa e seu pai sempre tão atencioso. Seu destino muda quando sua mãe morre vítima de uma grave doença. Seu pai volta a se casar e pouco tempo depois durante uma viagem também morre deixando sua única filha aos cuidados da terrível madrasta e suas duas enteadas. A vida de Ella vira um verdadeiro tormento, além de sentir a falta de seus pais, ela passa a enfrentar terríveis maus tratos.

Ella ganha o apelido de Cinderela, ou Gata Borralheira, por causa dos borralhos, ou cinzas, que ficam no seu rosto depois de passar as noites em frente ao fogo para não morrer de frio. Em uma das brigas com as 3, ela decide fugir para floresta quando conhece o belo príncipe. Tempos depois, desejando rever aquela bela camponesa, o príncipe convida todas as donzelas para um baile onde escolheria sua noiva. 

E aquela história se repete, Ella ajuda uma velha senhora que na verdade é sua fada madrinha que a veste com um lindo vestido de festa, transforma abóboras em carruagem, ratinhos em cavalos brancos, lagartos em cocheiros e um ganso naquele que vai guiar a carruagem. Enfim eles seguem para o Baile mas lembrando que à meia-noite eles teriam que estar de volta que o encanto acabaria. Assim Cinderela faz, e encontra o príncipe na festa, eles dançam para inveja de muitos. Ao sair às pressas, Cinderela deixa cair o sapato de cristal, uma pista que o príncipe usa para encontrá-la pois somente nela caberia o sapato. Assim acontece, e enfim eles conseguem viver juntos e felizes para sempre !!!

Nessa nova versão, gostei da participação da atriz Cate Blanchett como a madrasta má, gosto muito de assistir filmes com ela. Acho interessante uma cena que ela conta sua verdadeira história para Cinderela, quando ela se casou pela primeira vez por amor, tiveram duas filhas mas ele morreu, em seguida ela foi obrigada a se casar por interesse com o pai dela e ainda por cima tinham ficado pobres, como se tudo isso estivesse justificando ela ter se tornado uma pessoa má. Estou sentindo que ultimamente as novas versões dessas historinhas estão procurando mostrar os outros lados de uma mesma história e os motivos dos vilões terem se tornado assim por culpa das reviravoltas do destino.

Sabe, vou confessar que logo que vi a atriz (Lily James) que estava fazendo o papel de Cinderela (ainda não lembro de ter visto filmes com ela antes), pensei que não ela fosse convencer, mas a medida que as cenas vão se desenrolando vou gostando da participação dela e achei que ela tem uma boa química com o ator (Richard Madden) que fez o príncipe. Gostei do filme e recomendo, mesmo conhecendo a história e o final, acredito que vale a pena ver novas interpretações de uma mesma história.

Falando nisso, reecentemente eu também vi uma versão italiana Cenerentola com a atriz Vanessa Hessler, e gostei muito. Na versão italiana, o filme foi gravado em Roma com lindos cenários e lindas canções e tentaram tornar a versão com aspectos mais modernos. Quem tiver a oportunidade de assistir, também irá gostar !!!



 
E hoje foi a vez de ver pelo Telecine On Demand MALÉVOLA 
na "Sessão Pipoca em casa"

Sabe aquela história da Bela Adormecida que precisa ser despertada 
por um príncipe com um romântico beijo, esqueça... 
essa é uma nova versão com um final bem diferente
e onde aquela que seria a malvada da história, é justamente a mocinha injustiçada.

Vamos à história...

Era uma vez...
um lugar bem distante onde existia dois reinos, um que era governado por um rei, e outro mundo onde existia seres mágicos e bem estranhos. Malévola pertencia ao mundo dos seres estranhos e era uma fada, com asas e chifres mas que tinha um bom coração. Um dia conheceu um lindo rapaz (nem tão lindo assim) que lhe deu um beijo de amor. Mas o desejo pelo poder foi maior e a traiu cortando suas asas e as entregando para o Rei como prova de sua lealdade. Ele se torna rei e se casa com uma mulher que não amava. No dia do batizado de sua filha, Malévola aparece e lança um feitiço que sua filha ao chegar aos 16 anos se machucaria e cairia em sono profundo, apenas um beijo de amor verdadeiro que poderia lhe despertar. 

Temendo pela vida da filha, toma todas as providencias inclusive a manda junto com 3 fadinhas a viverem na floresta. Mas as fadinhas não dão conta e Malévola termina amolecendo o coração e passa a cuidar da menina mesmo à distância. Os anos se passam, a princesa Aurora cresce conhece um lindo princípe, assim como também conhece sua verdadeira história. Ao regressar ao castelo, o feitiço se cumpre e ela cai adormecida.

Se você está pensando que o príncipe chega lhe dar um beijo e ela desperta, nãããooo, ele realmente beija mas nada dela acordar, quem a desperta é Malévola pelo sentimento verdadeiro que ela tem por Aurora (como uma mãe/ ou fada madrinha). Demonstrando assim que mesmo aquela que seria considerada a vilã da história, olhando por um outro ponto de vista, torna-se a vilã e heroína da história.

Gostei bastante do personagem de Malévola, desde quando ainda era criança até adulta. Ficou ótima a atuação de Angelina Jolie, não consigo imaginar outra no papel. É bem emocionante a cena em que ela acorda e sente que perdeu as suas asas, tanto pela dor da perda como pela traição. Um filme que também recomendo !!!
 


Vocês gostam de Contos de Fadas ?!
 

Comente com o Facebook:

TUTORIAIS

[TUTORIAIS][bleft]

MEUS TEXTOS

[MEUS TEXTOS][bsummary]

FILMES

[FILMES][bsummary]

SÉRIES

[SÉRIES][twocolumns]

INSTAGRAM