21 de abril de 2015

Dificuldades de todo blogueiro



Pensando nas situações cotidianas de alguém que resolve ter um blog, e através das minhas leituras em grupos no facebook que participo, decidi escrever sobre esse tema hoje. Espero que você que estiver lendo possa se identificar e ajudar com seus comentários para que possamos superar de alguma forma essas situações e encontrar soluções (se houver).

escolhendo um nome

Acredito que uma das primeiras dificuldades que encontramos quando decidimos começar um blog é escolher um nome. Algo que seja original e defina em uma só palavra (bem difícil) ou em poucas palavras o que desejamos tratar no nosso blog. Em algumas situações surgem como "iluminações divinas" mas na maioria das vezes ficamos pensando horas e horas. Quando estamos no início ainda, nem temos ainda bem definido o tema que mais nos identificamos, ficamos em dúvida se tratamos apenas de uma tema ou de vários.

escolhendo o template 

A imagem que nosso blog terá também é muito importante para identificar a nossa identidade, é a primeira impressão que todos que chegam pela primeira vez vão ter. Então escolha bem o visual, o plano de fundo, o cabeçalho, os links. Tente definir através dos temas que você pensa escrever. Existe templates básicos que já vem definido no blogger ou no wordpress, você também pode encontrar alguns templates grátis na Internet pra baixar e instalar, ou ainda se deseja algo personalizado, você poderá contratar alguém que faça pra você ao seu gosto.    

como divulgar

Depois que estiver tudo pronto, é preciso agora divulgar. Um blog que não é divulgado não atrai leitores. Hoje em dia como existe tantos blogs e com os mesmos assuntos, é muito difícil chamar a atenção e ser original. Então é necessário a divulgação diariamente nas redes sociais, compartilhar com amigos, a troca de parcerias que assim vamos pouco a pouco tornando nosso blog mais conhecido e aprendendo cada vez mais sobre diferentes assuntos.
 
superando as inseguranças 

Acredito que até que tenhamos certeza do que estamos escrevendo e da aceitação dos leitores, teremos uma certa insegurança de não agradar, ou receio de divulgar para nossos amigos e familiares, medo de sermos criticados por pessoas que não tem o mesmo interesse, por achar que é bobagem ou perda de tempo. Mas se não encararmos nossos medos e inseguranças nunca saberemos se poderia dar certo ou não, temos que tentar sempre.

falta de motivação 

Pode chegar um momento também que nos perguntamos a razão de estar escrevendo e compartilhando sobre assuntos que pensamos que outros não se interesse em ler. A falta de leitores e seguidores, posts que nunca são comentados. O desgaste físico e mental do cotidiano, as criticas, o desestimulo das pessoas mais próximas, são fatores que dificultam seguirmos em frente com o blog.


conseguir novas ideias

Quando costumamos escrever quase todos os dias, mesmo com uma imensidão de assuntos para serem tratados, é normal chegar um momento e não saber o que falar. Mas calma, existem várias técnicas para escolher o tema do dia (blogagem coletivas, séries de assuntos que podem ser divididos em vários posts, fazer um sorteio, falar de temas atuais, etc.).

os agregadores de links são bons ou não?

Tenho lido muito em discussões nos grupos de blogueiros muitos defendem e outros condenam o uso de agregadores. Como tudo tem seus pontos positivos e negativos, não seria diferente nessa caso. É verdade que atrai mais tráfego de visitas para seus posts, mas na maioria das vezes você só vê "visitas fantasmas" já que essas pessoas entram nos seu blog e quase nunca deixam comentários, participam, ou te adicionam. Estou começando a usar e conhecer essa experiência.

peço ou não que visitem meu blog?

É tão interessante quando leio pessoas falando que não visitam de volta se no final do post alguém demonstrar que não leu e apenas está divulgando seu próprio blog sem dar valor ao que está visitando. Claro que nos chateamos quando não vemos nosso trabalho valorizado, mas acho que isso é muito relativo, assim como pedir pra trocar seguidores. Todo mundo que tem um blog sempre deseja que seja visitado, é sempre bom retribuir.

Claro que o mais indicado é lermos o post até o final e deixarmos nossa opinião sincera junto com o link do nosso blog (é um convite que fica subentendido), mas também não acho nada demais se depois que fizermos o comentário deixarmos um convite, acho que no mínimo estamos retribuindo a atenção ao visitar de volta. 

Uma situação que aconteceu comigo bem no início quando comecei a fazer comentários nos blogs, eu vi que uma menina não aceitou minha mensagem só porque eu convidava pra conhecer o meu blog mesmo depois de ter lido todo o post e comentado (pra mim essa atitude dela me pareceu super grosseira e eu evito visitar o blog dela). Não acho nada demais você convidar, quem sabe sairá daí uma nova amizade. As pessoas tem que parar de achar que são superiores só porque tem mais experiência do que outros que estão apenas começando e aprendendo, ninguém nasce sabendo. Todos precisam de ajuda.

superando as críticas 

Críticas sempre vão existir, é super normal. Elas nos ensinam, chamam a atenção pra algo que não estávamos vendo antes. Mas quase nunca as pessoas tem maneiras de dizer a verdade com palavras que não machuquem. Como falei, ninguém nasce sabendo, e é justamente nesse erro e acerto que vamos aprendendo. O ideal seria que essas criticas fossem sempre construtivas e não depreciativas.

parar ou não parar de escrever, és a questão?

Nossas vidas tem muitas fases, em alguns momento temos muito tempo livre, em outros esse tempo vai sendo preenchido com família, estudo, trabalho, preocupações, desilusões e isso cada vez mais vai mudando nossas prioridades, nossas vontades, nossos objetivos. Podemos chegar a um ponto que nos perguntamos se paramos ou não de ter um blog, se vale mais a pena perder tanto tempo com algo que não nos dá aquele retorno que esperávamos. Por essa razão um blog deve ser encarado como algo que fazemos por prazer, porque gostamos, como uma realização em si mesmo, sem almejar somente lucros ou sucesso, se vier, é deixar que aconteça naturalmente, mas não se decepcionar se não acontecer. 

Até o momento minha experiência tem sido muito gratificante. Tenho aprendido muito cada vez que vou escrever um novo post, que preciso pesquisar, ler ou reler um livro, relembrar sobre momentos que passei viagens, teatro, responder uma tag, interagir e fazer novas amizades com outras pessoas que também curtem escrever em blogs. Ainda não sei todas as possibilidades que um blog poderá me proporcionar, mas estou disposta a descobrir.


Boa sorte a todos !!!
  
SOBRE Lorena Caribé

Olá! Meu nome é Lorena. Amo escrever, ler, viajar , me corresponder com pessoas de várias partes do mundo. Criei esse espaço para estar compartilhando sobre o que gosto, meu cotidiano, coleções, leituras, resenhas de produtos, tutoriais, viagens e dicas em geral. CONTATO: lorena.caribe@hotmail.com

POSTS RELACIONADOS

Comente com o Facebook:

INSTAGRAM